Webmail Prudenprev

Presidente Prudente

ORIGEM DO NOME:

 

Como as demais cidades novas da região, que se formaram ao longo da linha férrea, Presidente Prudente recebeu também o nome de um dos presidentes da república, homenageando Prudente de Moraes, nome da antiga estação férrea.

 

HISTÓRICO DA CIDADE:

 

Em meados do século XIX, a região que se estendia para oeste do Estado de São Paulo, além de Botucatu, entre os rios Paraná, Paranapanema e Peixe, era ainda pouco conhecida e raramente povoada. A rigor já se conhecia a presença dos índios do grupo dos Guaranis: os Caiuás, os Xavantes e os Caingangs.

 

O desbravamento do sertão foi feito inicialmente por mineiros, atraídos, depois da decadência das minas, pelas terras de campos apropriadas às suas atividades de criação de bovinos e suínos. A história da região de Presidente Prudente se inicia com o desbravador do sertão do Paranapanema José Teodoro de Souza, que se aproveitou de terras devolutas cobertas por matas nas áreas de terra roxa e por campos para se instalar na região.

No final do século XIX, a interligação dos estados de São Paulo e Mato Grosso fomentou o desenvolvimento agrícola da região, principalmente  cafeeiro, favorecendo o crescimento populacional do Extremo Oeste Paulista. Se por um lado os grandes latifundiários foram atraídos pela fartura de terras agricultáveis, os comerciantes viram a oportunidade perfeita para abertura de novos mercados.  Quando proprietários de terras nas imediações da linha férrea começaram a lotear e vender espaços para abrigar estes comerciantes talvez não imaginassem que estavam dando origem a mais prospera cidade do Oeste  de São Paulo.

 

Dois grandes expoentes podem ser apresentados nesta fase inicial da historia Prudentina: de um lado, o Cel Francisco de Paula Goulart e sua família, na ocasião, proprietários do vasto latifúndio denominado Fazenda Pirapó – Santo Anastácio, com aproximadamente 6 mil alqueires. Do outro lado o Cel. José Soares Marcondes, proprietário da empresa Cia Marcondes de Colonização.

 

Marcondes adquiriu o direito de venda de dois tratos de terra fronteiriços a fazenda Pirapó -  Santo Anastácio, divisados pela linha férrea. Iniciava-se os loteamentos de urbanização para abrigar os interessados que chegavam de diversas regiões interessados pelas promessas desenvolvimentistas. A leste encontrava-se a Vila Marcondes e a oeste a Vila Goulart (mais tarde se chamaria Vila Nova).

 

Com o crescimento veio também a demanda de bens e serviços públicos como escola, agência postal, distrito policial, dentre outros, promovendo independência econômica e política que ocasionariam o desmembramento territorial e administrativo com o município de  Conceição do Monte Alegre, dando origem ao município de Presidente Prudente.

 

Muito embora o café tenha sido a mola propulsora regional, a cultura aos poucos entrou em decadência e na década de trinta estava expressivamente reduzida. A redução da importância comercial do café deu espaço a diversificação de culturas e a pecuária  que aliadas ao fortalecimento dos bens e serviços e a facilidade de deslocamento trouxeram a cidade um rápido crescimento. Em meados do século XX, Prudente já chegava a sessenta mil habitantes.

 

Presidente Prudente sendo a cidade mais expressiva da região tornou-se a Capital da Alta Sorocabana. Com isso vieram os órgãos estaduais regionais de ensino e de polícia e a cidade serviu também de ponto de apoio para as explorações mais distantes, do sul de Mato Grosso, do Norte do Paraná e da Alta Paulista. O antigo ramal de Dourados da Estrada de Ferro Sorocabana, hoje desativado, partia de Presidente Prudente. A pavimentação das estradas, a partir da década de 1950, confirmou a posição da cidade como importante entroncamento rodoviário.

 

A vida política da cidade também foi marcante em toda a região, desde os primeiros tempos dos Coronéis, a constituição de partidos políticos com a conseqüente contestação ao coronelato, ao surgimento do populismo, após a Revolução de 1930, mudando, à medida que o tempo passava, a estrutura político-administrativa municipal.

COPYRIGHT @ 2012 - Prudenprev - Todos os direitos reservados - Desenvolvimento: